The Big 4: Qual o melhor último álbum?

E o The Big 4 está renovado por assim dizer, todas as 4 bandas lançaram álbum novo. Slayer puxou a fila, lançando o “Repentless” em 16 de julho de 2015, após o Megadeth, com “Dystopia” em 22 de janeiro deste anos, “For All Kings” do Anthrax em seguida, no dia 26 de fevereiro, e para finalizar o Metallica com o disco “Hardwired… to Self-Destruct” em 18 de novembro.

Comparações são inevitáveis, mas qual realmente é o melhor dentre os 4? Bem, pensando nisso, nos do The Metal World organizamos mini resenhas sobre cada álbum, e a partir daí você leitor pode deixar sua opinião nos comentários. 

Slayer – Repentless (2015) 

Resultado de imagem para repentless slayerO Slayer praticamente nunca decepciona em seus álbum, e com o “Repentless” não foi diferente. O álbum é homogênico, com atitude e personalidade. Mantem viva a raiz thrash do Slayer, mesmo a qualidade sendo maior, ainda é possível sentir muitos resquícios do “Show No Mercy”, álbum de estreia da banda. A faixa ” You Against You” pode ser tida como a melhor do álbum. 

Vale lembrar que a presença de Gary Holt e de Paul Bostaph trouxe novos ares para a banda, o que contribui para a qualidade do disco. 

Megadeth – Dystopia (2016)

Resultado de imagem para Megadeth Dystopia

Fazia um bom tempo que o Megadeth não lançava com álbum que agradasse tantos. O “Dystopia” tem um ar progressivo, que é uma marca de Kiko Loureiro. O instrumental berra a perfeição e até mesmo o vocal de Dave está muito bom. A consistência e harmonia  do álbum é sem dúvida a maior qualidade, não existe uma canção ruim ou pior, todas estão em um patama de qualidade elevado, acredito que um pouco disso se deva ao Kiko, pois mesmo de forma indireta ele exerceu sua influencia sim sobre o álbum, basta ouvi-lo com atenção para notar, sem falar que isso fica claro na faixa “Bullet To The Brain”, onde a introdução é feita com violão erudito. A melhor canção do trabalho é “Dystopia”. 

Anthrax – For All Kings (2016)

Resultado de imagem para ANTHRAX ÁLBUM DE 2016

Anthrax, sempre foi uma banda direta, com faixas não tão longas e com um agito natural. Em “For All Kings” a abordagem foi um tanto diferente. O álbum é mais progressivo e em algumas faixas torna-se cansativo, a ideia de um som mais maduro e menos thrash foi boa, mas não para o Anthrax, a banda não conseguiu formular um álbum que instigasse o ouvinte, que o fizesse sentir a música. É uma tarefa árdua e cansativa ouvi-lo ate o final.

Particulamente gosto da canção “Zero Tolerance”, por ela ser mais direta, e deixar explicita a ideia da banda. 

Metallica – Hardwired… to Self-Destruct (2016)

Resultado de imagem para Hardwired... to Self-DestructO Metallica estava há 8 anos sem lançar um disco, portanto “Hardwired… to Self-Destruct” era muito esperado por todos. O álbum é thrash, mas não é tudo aquilo, o álbum é normal, era o mínimo que se esterava de uma banda como o Metallica. Lars esbanja qualidade e técnica e sem duvidas isso é o ponto mais forte. Gosto do álbum, mas acho que é o mínimo do que se esperava do Metallica. Eu esperava um instrumental arrebatador, sem os clichês do Kirk, com letras inteligentes, mas não foi exatamente isso que aconteceu.

A melhor canção é sem dúvidas “Confusion”, que abre a segunda parte do álbum.

E ai, qual ó melhor álbum?

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s