Resenha: Coletânea O Subsolo (2016)

Amo resenhar coletâneas justamente por elas serem mistas, isto é, a variedade de gêneros de rock/metal é bastante abrangente, agradando todos os gostos. O Subsolo conseguiu copilar uma coletânea consistente em qualidade onde a variedade  é o maior ponto positivo, pois se estende desde um metal extremo até um rockzinho groovado cheio de cadencia.

O disco abre com a faixa “Hollow” da banda paulista In Soulitary, é uma ótima faixa de abertura, pois assim como em todas as coletâneas, ela explora muitas influencias, que vão desde um heavy metal tradicional até o death metal.

Elejo a melhor canção do álbum a balada “Prisoner” da banda Tourette, pois mesmo sendo balada ela é envolvente e não é enjoativa como muitas outras, além disso, o riff que se prolonga pela canção é de ótima qualidade e se encaixa em perfeita harmonia com o violão.

É impossível não citar também a faixa “Não Tenho Pressa” dos catarinenses da Doctor Jimmy, que além de apresentar um belo vocal trás um groove envolvente ditado pelo baixo. “The Age of Frustraition” da banda Tribal apresenta algo que eu não ouvia desde o Roots do Sepultura, a banda deixa as raízes brasileiras aflorarem, e, mesmo eu achando o som um pouco caricato à Sepultura  , ele é de ótima qualidade, o Brasil precisa de bandas assim.

A coletânea se encera com uma musica que eu considero maravilhosa, “Unmasked Living” da também catarinense Deadpan, é raro algo referente à death metal me pegar de jeito, e Deadpan sempre conseguiu isso, desde a primeira vez que ouvi, gosto dos elementos atmosféricos no som, não poderia faltar nesta coletânea.

Dou meus parabéns aos organizadores da coletânea, pois conseguiram uma ótima seleção de bandas, cada qual com sua identidade e aspecto sonoro, criando assim um trabalho agradável de ouvir, que não se torna enjoativo.

NOTA:  9

Anúncios

Um comentário sobre “Resenha: Coletânea O Subsolo (2016)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s