Resenha: Elm Street – Barbed Wire Metal (2011)

folder-2  O Heavy Metal é tão gigantesco, que às vezes nos perdemos em meio tantas bandas que existem mundo à fora. Hoje, trago aos amigos do Metal a banda Australiana ‘Elm Street’. Sim, o nome da banda é uma referência ao filme ‘A Nightmare On Elm Street’, do nosso amado personagem Freddy Krueger. A banda mescla o Heavy Metal Tradicional com o Thrash Metal, de uma forma sensacional. Logo na primeira experiência do ouvinte, dá pra sacar uma grande influência de Judas Priest e Testament.
Vou falar um pouco sobre o primeiro álbum da banda, chamado ‘Barbed Wire Metal’. A faixa inicial ‘Barbed Wire Metal’, tem um vocal bem agressivo já mostrando a influência do Thrash Metal. Os Riffs bem precisos, a bateria se mostra firme o tempo todo, os solos são bem executados e criativos. Na sequência temos ‘The Devil’s Servants’, com uma melodia cativante, vocais de apoio sensacionais e um refrão grudento. Já logo aviso, que durante toda a resenha eu vou falar muito sobre os refrões, pois essa banda os fazem com maestria.
‘Elm St’s Children’ é uma canção para “atiçar” os fãs de Freddy Krueger. O trecho “4 lâminas, a sua vingança sobre aqueles que o mandou para o incêndio” é uma grande referência à história do Freddy. Essa canção me lembrou muito o Heavy Metal oitentista, os riffs e a melodia são bem característicos à época, os vocais de apoio e o refrão são sensacionais.
‘Heavy Metal Power’ é uma declaração de amor ao Metal, no melhor estilo Manowar. E mais uma vez, os vocais de apoio e o refrão chamam bastante a atenção do ouvinte. A banda se mostra bem coesa e direta no que se propõe a fazer.
‘King Of Kings’ entra em cena meio que quebrando o clima, com o violão fazendo uma intro fantástica. Mas pra quem achava que essa seria uma canção tranquila, se enganou, pois em questão de segundos os riffs matadores surgem, junto com a bateria e o baixo avassalador. Os solos em dueto são de arrepiar. Minha canção favorita do disco!
‘Leatherface’, é mais uma música que faz referência à um grande filme de terror (O Massacre da serra elétrica, no Brasil). Essa é visceral demais, aqui o baterista mostra toda a sua criatividade e energia, as guitarras se mostram bem entrosadas, com variações perfeitas e duetos monstruosos. Dá pra notar nitidamente a influência de Glenn Tipton e K.K Downing.
Já ouviram a expressão “foda sem cuspe”? Pois é assim que ‘Merciless Soldier’ entra na brincadeira. Ela é um pouco mais lenta do que as anteriores, mas o peso e a pegada que a banda impõe nessa música, a torna diferenciada e matadora.
Fechando este incrível debut, temos a pegajosa e empolgante ‘Metal Is The Way’, que sem dúvidas encerra com chave de ouro, ou melhor, de aço. A música já começa com um solo lindo de Aaron Adie, que logo é “quebrado” com uma linda melodia no violão de Ben Batres. O refrão é absurdo, daqueles que fazem o ouvinte cantar junto logo na primeira audição “METAL IS THE WAY”. De chorar!
Eu gostei muito da banda, achei esse álbum de estréia sensacional.

Tracklist

1- Barbed Wire Metal

2- The Devil’s Servants

3- Elm St’s Children

4- Heavy Metal Power

5- King Of Kings

6- Leatherface

7- Merciless Soldier

8- Metal Is The Way

Ben Batres – Vocals/Rhythm Guitar
Aaron Adie – Lead Guitar
Tomislav Perkovic – Drums
Nick Ivkovic – Bass Guitar

Resultado de imagem para elm street band

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s