Há 30 anos morria Cliff Burton, mais que um baixista um ícone do metal

Resultado de imagem para cliff burtonDurante a parte europeia da turnê Damage Inc., que promovia o álbum Master of Puppets, a banda percebeu que dormir em cubículos de seu ônibus era desconfortável. Como uma solução paliativa, os membros tiravam a sorte nas cartas todas as noites para que um deles dormisse no beliche de cima, mais confortável. Na noite de 27 de setembro de 1986, Cliff ganhou nas cartas com um ás de espadas. O jogo foi a última conversa de Cliff.

Cliff estava dormindo quando, de acordo com o motorista, o ônibus da banda derrapou no gelo acumulado na pista e capotou na grama na comuna de Ljungby, perto de Dörarp, numa região rural do sul da Suécia. Cliff, no beliche de cima, foi jogado para fora do ônibus, que ao capotar caiu em cima dele, matando-o. Um pedaço do ônibus que o estava suspendendo parcialmente ainda cedeu, fazendo com que o ônibus se movesse em cima do corpo de Cliff novamente.

James Hetfield disse mais tarde que ele primeiro achou que o motorista estivesse bêbado, ou que ele tivesse sido negligente, e caminhou longas distâncias pela estrada tentando ver o gelo na pista. Entretanto, a embriaguez do motorista nunca foi provada, e este foi inocentado pelo acidente.

O corpo de Cliff foi cremado e suas cinzas foram jogadas em Maxwell Ranch.  Durante a cerimônia, o instrumental “Orion”, do Master of Puppets foi tocado. Cliff nunca chegou a tocar a canção ao vivo, e o Metallica jamais a havia tocado até 3 de junho de 2006, no festival Rock Am Ring, em Nurburgring, quando eles tocaram o álbum inteiro para marcar os 20 anos de seu lançamento. Até então, apenas trechos da música haviam sido tocados.

Resultado de imagem para cliff burton


NOTA DA AUTORA: Hoje é o dia de colocar o Master of Puppets  no último volume e pensar na importância de Cliff. Querendo ou não, sua morte atingiu muito o Metallica, a banda nunca mais foi a mesma depois da perda, e sem dúvida sua qualidade caiu consideravelmente. Cliff tinha a música no sangue, era criativo e intenso no palco. O cara mudou o jeito de tocar baixo, é impossível não ouvir suas linhas nos sons do Metallica, ele era um gênio e seu nome será lembrado daqui décadas, pois o cara foi o mesmo que ajudou levar o Metallica ao sucesso e o que, com sua morte, levou a banda a decadência aos olhos de muitos…

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s