Pé da Letra: análise da música War Pigs do Black Sabbath

A faixa War Pigs da banda britânica Black Sabbath , abre o disco “Paranoid”, lançado em 1970, além de ser o terceiro single do disco, a faixa tornou-se uma das mais populares da banda. Originalmente a faixa chamava-se “Walpurgis” fazendo referência  à Noite de Santa Valburga, mas posteriormente recebeu o nome pela qual todos a conhecem.

 “Generais reunindo seus seguidores; como bruxas numa missa negra; mentes diabólicas que tramam destruição; criação de feiticeiros da morte; nos campos há corpos queimando; enquanto a máquina de guerra continua agindo; morte e ódio à humanidade; envenenando suas mentes esvaziadas, Oh Deus!”, nesta primeira estrofe a faixa faz referência aos líderes que instigam e causam guerras, gerando a morte de milhares de pessoas, isso pois elas possuem uma mente vazia, cega pelo poder.

A segunda estrofe deixa a ideia anteriormente sintetizada ainda mais clara: “Políticos se escondem; eles apenas iniciam a guerra; por que eles deveriam sair para lutar; eles deixam esse papel para os pobres”, mesmo a letra sendo composta à décadas atrás aplica-se bem na sociedade atual, é fato que em nenhuma guerra os causadores do conflito participam de modo ativo, isto é, os políticos observam a matança “por fora” enquanto quem realmente batalha e morre é a população.

No decorrer da canção, indícios de que os causadores dessas guerras serão punidos começam a surgir: “O tempo vai mostrar a força de suas mentes; fazendo guerra só por diversão; tratando as pessoas como peões num jogo de xadrez; esperando até que o dia de seu julgamento chegue, yeah!”, podemos notar que causar guerra por diversão e manipular pessoas irá gerar uma punição, mesmo que esse julgamento demore um pouco.

A última estrofe trás a punição dada aos porcos de guerra: “Agora na escuridão o mundo parece parar de girar; cinzas onde os corpos deles estão queimando; os porcos de guerra não têm mais o poder; a mão de Deus marcou a hora; dia do julgamento, Deus está chamando; os porcos de guerra estão de joelhos, rastejando; implorando perdão por seus pecados; satã está rindo e espalhando suas asas; oh Senhor, yeah”, a matança já foi feita, e enfim, os culpados estão pagando, não necessariamente para um Deus propriamente dito, mas talvez estejam sucumbindo de culpa e remorso ou perseguidos pelo povo por conta de seus atos falhos, mas o importante é que de um modo ou  outros estão pagando por seus erros.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s