Resenha: Behemoth – The Satanist (2014)

behemoth-the-satanist-20150630165534Behemoth sempre surpreende, com seu décimo álbum não seria diferente. Lançado em fevereiro de 2014 via Metal Blade, o “The Satanist” soa completamente atmosférico, até mesmo psicodélico em partes isoladas ao discorrer do álbum, é sem qualquer dúvida o melhor lançamento da banda polonesa até então. 

O disco abre com a tempestuosa  “Blow Your Trumpets Gabriel”, uma composição perfeita com letra bem escrita, com um instrumental pesado mas que adentra a mente, é o resumo perfeito do álbum. Normalmente elejo uma música como a melhor, mas deste caso não é fácil, torna-se complicado citar uma ou duas faixas quando todas atingem às expectativas  ou quase isso, entretanto, vamos as eleitas.

A segunda faixa, “Furor Divinus”, inicia mais pesada que a primeira, mas não menos atmosférica, é pesada, grave e com um gutural impecável, para mim é de longe a melhor canção do disco.  “Amen” também merece um destaque especial, o baixo da canção é bastante audível e nítido, a letra me agrada muito, é menos atmosférica que as demais remetendo um tanto para o deathmetal. 

“The Satanist”, a faixa que batiza o álbum, inicia contida, sem grandes alegorias ou chamativos mas com uma bateria imponente, uma calmaria momentânea, seguida por um gutural assassino mas leve. A canção é menos pesada mas torna-se envolvente, com um ritmo natural e fluido, extremamente bem feito. 

Como um todo, vejo este álbum como uma caixa de surpresas a ser  aberta ao longo da audição. Nem todas as surpresas são boas, uma/duas faixas possuem uma mixagem meia jogada, isto é, mal feita, ao meu ver não há uma harmonia e isso me incomoda um pouco.  No geral, o disco me agradou muito, fazia tempo que não ouvia algo tão extremo que fosse capaz de me agradar de tal maneira. 

NOTA: 9,5

Track List

01. Blow Your Trumpets Gabriel
02. Furor Divinus
03. Messe Noire
04. Ora Pro Nobis Lucifer
05. Amen
06. The Satanist
07. Ben Sahar
08. In the Absence ov Light
09. O Father O Satan O Sun!

Line Up

Inferno – bateria e percussão

Nergal – vocal e guitarra

Orion – Baixo e backings

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s