Resenha: Project Black Pantera

Project Black Pantera é uma banda que trás consigo o protesto, desde seu nome, que é uma homenagem ao grupo Panteras Negras, revolucionários conhecidos da década de 1970, até nas letras de seu álbum, que leva o mesmo nome da banda, lançado oficialmente no Metal Land de 2015.

A faixa de abertura do disco já deixa claro que a banda não tem receio de falar o que pensa e sente, “Boto pra Fuder” mostra que a banda é capaz de amedrontar quando confrontada, e o vocal de Charles Gama ajuda a implantar essa ideia, sendo ele bastante  agressivo.

“Rede Social”, para mim, é a melhor canção do álbum, não somente pela sua melodia intensa e bem construída, mas principalmente pela letra, que retrata  a realidade de muitas garotas que confiam em pessoas erradas e acabam tendo sua intimidade e nudez expostas. Além desta, outras faixas também ganham destaque, tais como “Ressureição” e “Escravos”. O disco também conta com uma faixa instrumental, a “Godzilla”.

De modo geral o disco é muito bom, todas as faixas seguem a mesma linha, o que mais me agradou foram as letras, pois estas fazem críticas importantes à alguns problemas sociais, e essa crítica através da música é muito importante, pois como já disse Bono Vox “A música pode mudar o mundo, pois ela muda as pessoas”.

 

NOTA: 8

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s