Entrevista com o Sabaton

sabaton_foto_pressSabaton é uma banda sueca de Power Metal, fundada no ano de 1999. O principal tema abordado pelos suecos é a Segunda Guerra Mundial e subtemas a ela relacionada, faixas como Primo Victoria e “Smoking Snakes” recebem grande destaque, sendo a segunda uma homenagem aos pracinhas brasileiros.

MW: Como foi o início da carreira do Sabaton? Quais foram as dificuldades, frustrações que vocês encontraram até chegar aqui?

Sabaton: Eu acho que o começo foi bem parecido com o da maioria das bandas. Alguns amigos se encontram, começam a conversar sobre o interesse comum em tocar Metal. Mas talvez ao contrário de algumas bandas, nós começamos festejando mais do que realmente ensaiando e escrevendo nossas músicas. Conforme o tempo passou nós tínhamos algumas músicas e ai sim começamos a tocar bastante localmente. Trabalhando muito duro

MW: Em algum ponto você pensou em desistir da música?

Sabaton: Sim. Duas vezes.

A primeira vez foi no começo de 2004, quando ainda estávamos esperando pelo lançamento do nosso álbum Metalizer, que havíamos gravado dois anos antes.

A segunda vez foi antes de a banda se dividir, em 2011. Mas depois disso, eu vejo um futuro brilhante!

MW: A faixa ”Smoking Snakes” tem uma forte relação com o Brasil. De onde veio a ideia e a inspiração?

Sabaton: Nós sempre escrevemos sobre coisas diferentes à respeito da historia. Quando nós decidimos que queríamos escrever o álbum “Heroes”, nós começamos a procurar por historias simplesmente sobre heróis. Nós já tínhamos muitas enviadas pelos fãs. Mas nós também fizemos algumas buscas na internet. Nós também fizemos pesquisas em alemão, escrevendo a palavra ‘Helden’, que é o alemão para herói. Foi então que encontramos sobre os três ”cobras fumantes” que travaram tamanha batalha que os alemães os enterraram e colocaram um sinal ”aqui jaz três heróis brasileiros”. Para nós aquilo era a história perfeita! E não muito conhecida…

MW: Quais os planos futuros para o Sabaton? Algum plano de voltar ao Brasil?

Sabaton: No outono nós não faremos muitos shows. Vamos focar nas composições. Na primavera faremos uma curta turnê europeia e então iremos direto para o estúdio para começar as gravações do novo álbum. Então, no outono, nosso plano é primeiro lançar o disco e diretamente seguir com uma turnê na América. Vamos torcer para que a América do Sul seja parte disso

 MW: Qual aviso você dá para quem está começando na música?

Sabaton: Esteja preparado para trabalhar duro e sacrificar muito! É difícil trabalhar, mas vale a pena quando você tem fãs que curtem sua música!

Nunca entre na música acreditando que você vai ganhar dinheiro, garotas ou drogas. Se você fizer um som de qualidade, as outras podem vir como consequência. Então ai você pode decidir o que fazer com isso… Ao menos as drogas nós pulamos com o Sabaton!

ENGLISH BELLOW:

MW: How was the beginning of the career of Sabaton ? What were the difficulties, frustrations you faced getting here?

Sabaton: I think the beginning was quite like most bands. Some friends meet, start to talk about the common interest to play metal. But maybe unlike many bands we started by partying more then actually rehearsing and writing songs. As time passed by we got some songs and then started to play a lot locally. Working very hard.

MW: At some point you thought about quitting music?

Sabaton: Yes. Two times.

First time around early 2004 when we were still waiting for the release of our album Metalizer which we had recorded 2 years earlier.

And the second time was before the band splitted up. In 2011. But after that I see a bright future!

MW: On the track “Smoking Snakes” there is a strong relationship with Brazil. Where did the idea and inspiration?

Sabaton: We always write about different things concerning history. When we decided that we wanted to to write the album Heroes we started to look for stories about just Heroes. We had already lots sent in by fans. But we also did some searches on the internet. We did also search in German, writing the word Helden. Which is german for Hero. It was then when we found out about the 3 Smoking Snakes who put up such a fight that the Germans buried them and put a sign ”Here lies 3 Brasilian heroes”. For us that was a perfect story! And not so well known!.

MW: What are the future plans of the Sabaton? Any plans to return to Brazil?

Sabaton: In the autumn we wont play so many shows, we will focus on songwriting. In the spring we do a shorted European tour and then straight into the studio to start recording a new album. Then in Autumn our plan is to first release the album and directly follow it with a tour in America. Lets hope South America can be a part of that!

MW: What advice do you give to who’s starting in music?

Sabaton: Be prepared to work hard, sacrifice a lot. Its hard work but worth it when you get fans who like your music!

Never go into music believing you will get money, girls or drugs. If you do the music good the other things can follow. Then you can choose what to do with it!

At least we skip the drugs in Sabaton!

Anúncios

Um comentário sobre “Entrevista com o Sabaton

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s